Arquiteto cria projeto de galinheiro Matrix.

Certos projetos apesar de aparentemente bem-intencionados são extremamente perturbadores. Este é o caso do projeto de galinheiros criado pelo arquiteto André Ford. Ainda só em maquete, o projeto sugere  que o cortex cerebral das galinhas seja removido para eliminar a dor dos animais.

As galinhas seriam “cultivadas” em posições verticais. Os cérebros sem o córtex se manteriam intactos, tais como as funções básicas dos animais. Alguns processos biológicos seriam compensados por um sistema mecânico e luminárias artificiais. Em tese, então, as galinhas estariam vivas, mas inconscientes, exatamente como no filme Matrix.

Você pode obter mais informações sobre o projeto neste site:

http://www.we-make-money-not-art.com/archives/2012/02/farming-the-unconscious.php

A entrevista com o arquiteto neste site é ainda mais chocante. Sobre os animais ele diz que devemos parar de chamar como tal os predecessores do produto “carne”, estes são nada mais que “produtos de agricultura”, ou em suas próprias palavras:

The project is almost effortlessly provocative because it is dealing with a subject matter which the majority of people are aware of, complicit in and culpable to varying degrees. The mass media is saturated with documentary films, books and celebrity chef hosted exposé’s that document the plight of animals bred for our consumption and I don’t wish to add to the plethora of information readily available. The information is there, but the majority of people don’t care to know or purport they can’t afford to care.

In the past six years we have witnessed an unprecedented increase in the demand for meat. Higher welfare systems are available but this project looks at addressing the inherent problems with the dominant system that produces the majority of our meat – the system that will be increasingly relied upon to cope with the ever-increasing demand for meat.

I think it is time we stopped using the term ‘animal’ when referring to the precursor of the meat that ends up on our plates. Animals are things we keep in our homes and watch on David Attenborough programs. ‘Animals’ bred for consumption are crops and agricultural products like any other. We do not, and cannot, provide adequate welfare for these agricultural products and therefore welfare should be removed entirely.

Earlier in the project I was proposing the chickens would be rendered unconscious, or desensitized by complete removal of the head but this has since been revised. Desensitisation will be achieved by a surgical incision that separates the animal’s neocortex, responsible for sensory perceptions, and its brain stem which controls its homeostatic functions. The head remains intact.

So in short, I would refer to this solution as pragmatic, not cynical and if the project does cause anyone to reflect on his or her dietary habits then that’s great.

O projeto é de um pragmatismo absurdo. Se é uma solução adequada para os animais e seres humanos ou se é o racionalismo instrumental levado às últimas consequências, não sei se cabe a mim julgar. Mas certamente isto me trás péssimas lembranças desta sombria animação percursora do clássico dos irmãos Wachowsky:

About these ads

Sobre Gustota

As mãos que escrevem aqui pertencem a Gustavo Silva, "escritor imortal" consagrado por um prêmio da cidade de Cachoeirinha (ES). Estuda ciências sociais na UFMG, já cursou jornalismo (inconcluído) na PUC-MG mas não deixa de exercer o ofício por pura paixão e porque não sabe fazer mais nada da vida (não que ele saiba fazer outra coisa bem.

Publicado em 15/02/2012, em Cultura Pop e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. É isso que acontece com alguém que não interpreta o filme. AHIDUHDUIAS

  2. Interpetrar filme é coisa pra desocupado. Wake up!

  3. John Connor

    Quem te garante que não estamos na mesma situação?
    Tem que ser muito trouxa o cara que acha que é livre hoje em dia, somos meras engrenagens até o dia em que não teremos mais serventia, dai então seremos descartados.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: